Logo ASBAI

Revista oficial da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia ASBAI

Brazilian Journal of Allergy and Immunology (BJAI)

Outubro 2015 - Volume 3  - Número 5

Editorial

1 - Novos biológicos para asma: terapia anti-interleucina-5

New biologicals for asthma: anti interleukin-5 therapy

Lucas Brom, MD; Thais Nociti Mendonça, MD; Fabiola Reis Oliveira, MD, PhD; Willy Sarti, MD, PhD; Janaina Michelle Lima Melo, MD, PhD; Luisa Karla de Paula Arruda, MD, PhD

Braz J Allergy Immunol. 2015;3(5) :197-204

PDF Português

ARTIGO ESPECIAL

2 - Guia para o manejo da asma grave

Guideline for the management of severe asthma

Eduardo Costa, MD, PhD; Janaina Michelle Lima Melo, MD, PhD; Marcelo Vivolo Aun, MD, PhD; Pedro Francisco Giavina Bianchi Jr., MD, PhD; Jose Laerte Boechat, MD, PhD; Gustavo Falbo Wandalsen, MD, PhD; José Angelo Rizzo, MD, PhD; Alvaro Augusto Cruz, MD, PhD; Adelmir Souza-Machado, MD, PhD; Flavio Sano, MD, PhD; Faradiba Sarquis Serpa, MD, MSc

Braz J Allergy Immunol. 2015;3(5) :205-225

Resumo PDF Português

O conceito e a abordagem da asma grave sofreram modificações ao longo das últimas décadas. Atualmente são considerados asmáticos graves os pacientes que necessitam das etapas 4 ou 5 de tratamento da Global Initiative for Asthma (GINA) para evitar o descontrole da doença ou que permanecem não controlados apesar dessa terapêutica. O diagnóstico de asma grave deve ser estabelecido após avaliação de condições que contribuem para o não controle da doença, como a adesão e o acesso ao tratamento, a técnica inalatória, os diagnósticos diferenciais e as comorbidades prevalentes nessa população. Além da terapia com corticosteroides inalados em alta dose associados a beta-2 agonistas de longa ação, antagonistas do receptor muscarínico de longa ação e agentes biológicos dirigidos contra moléculas bioativas envolvidas na fisiopatologia da doença têm demonstrado eficácia no controle da asma. A introdução das terapias alvo com agentes biológicos na etapa 5 da GINA permite um tratamento de precisão, baseado no fenótipo e/ou endótipo da asma, e representa uma nova e grande janela de oportunidade no controle da asma grave. Nesse contexto, este guia foi desenvolvido com o objetivo de contribuir para uma melhor abordagem da asma grave por parte do especialista.

Palavras-chave: Asma, diagnóstico, terapêutica.

Copyright 2013 Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia

Av. Prof. Ascendino Reis, 455, Vila Clementino, CEP 04027-000, SÃO PAULO, SP, Fone: (11) 5575-6888

GN1 - Sistemas e Publicações